segunda-feira, 27 de setembro de 2010

A Mineração: Século XVIII.

O ciclo econômico da mineração transformou socialmente e culturalmente a sociedade brasileira. Com o surgimento das cidades, apareceram os comerciantes, os artesãos, os intelectuais, os padres, funcionários públicos e outros profissionais liberais. Neste ciclo da mineração, diferentemente do ciclo da cana-de-açúcar, a riqueza não ficou concentrada na mão de um único grupo social. Surgiu a classe média, através da população livre e produtiva que também conquistou riquezas. Os escravos também ganharam importância, quando muitos deles conquistaram junto a seus senhores o direito à liberdade devido ao êxito das minerações. Eram os chamados negros alforriados ou forros. Alguns compraram sua liberdade. Outros fugiam formando novos quilombos. Mas a grande maioria continuou como escravos nas minas. A riqueza com as minerações incentiva as atividades culturais da região. Os filhos de colonos ricos estudavam na Europa, trazendo ao Brasil os ideais progressistas. A arquitetura e artes plásticas ganham destaque. Surge o famoso "Aleijadinho” (Antônio Francisco Lisboa) construindo suas obras de pedra-sabão ou madeira nas cidades da região de Minas Gerais.

Prof. Vinicius Simões

3 comentários:

  1. Sugiro que coloque data para melhor nos situarmos.

    ResponderExcluir
  2. o que levou a mineraçao,ocorrer durante o século 18?

    ResponderExcluir
  3. o que levou a mineraçao,ocorrer durante o século 18?

    ResponderExcluir